sexta-feira , 22 setembro 2017

Nove Dias Após Aborto Natural, Cadela Tem Filhote Saudável

cadela-tem-filhote-saudavel-apos-abortoA cadela July, seguindo seus instintos mais naturais, após expelir seus fetos, rompeu com os dentes o saco amniótico e percebendo que os filhotes estavam mortos, comeu quase todos junto com a placenta. Quase todos: 9 dias depois, July dava à luz um filhotinho perfeito.

Um fato assim pode causar espanto ou parecer inusitado para qualquer pessoa leiga em assuntos caninos, principalmente com relação às cadelas. Mas é comum no universo animal. “Tudo muito natural”, afirma o veterinário Ivan Falcão de Melo.

Ele explica: “cadelas prenhas geram seus filhotes em placentas individuais. No caso da July, houve um trauma que felizmente não ocasionou uma infecção secundária. Como a gestação não havia chegado ao fim, é natural que o filhote que se salvou tenha nascido no tempo certo”.

O médico esclarece que o fato poderia ter ocorrido inversamente: ou seja, a cadela poderia ter expelido o cão saudável e os mortos na sequência, após a conclusão do ciclo da gestação – entre 58 e 64 dias.

Cadela resgatada tem sequência de abortos

July foi o nome dado por Daniela Costa, uma protetora de animais que a resgatou após ter sido atropelada por um motoqueiro no bairro Santo Agostinho, na semana passada.

A cadela estava perambulando próximo a um bar quando um motoqueiro bateu em seu corpo. Ela saiu mancando e vários clientes presenciaram o acidente.

A protetora conversou com algumas pessoas e constatou que ninguém presente no bar ou nas imediações era dono da cadela grávida e decidiu levá-la para casa. No dia seguinte, enquanto Daniela preparava um banho terapêutico de combate a parasitas externos – a cadela estava com pulgas – um fato aconteceu: July colocou para fora 4 filhotes já mortos.

Nove dias após a sequência de abortos, uma surpresa: a cadela deu à luz um filhote vivo e saudável.  Embora considerado um fato natural à espécie, o veterinário Vinícius Tolentino garante que o filhote de July teve sorte em sobreviver. “Acontece, mas não é normal. O cãozinho teve mesmo muita sorte em permanecer vivo”, garante Tolentino.

Gestação segura requer acompanhamento veterinário

Em casos de prenhez canina o recomendável é que aos 30 dias de gestação a cadela seja submetida ao exame de ultrassom para verificação de precisão; e aos 45 dias ao exame de raio-x, para averiguar a quantidade de cães. Esse acompanhamento vai garantir uma gestação e parto saudáveis, segundo o médico Ivan Melo.

Se além de morrer, os filhotes de July também tivessem se machucado, a cadela poderia ter tido uma grave infecção e possivelmente não ter conseguido parir e ainda perder a vida, por falta de exames comprobatórios e acompanhamento profissional, diz o veterinário.

Ele ainda fez uma comparação com os humanos: “uma mulher gestante também não terá informações de sua gestação se não se sujeitar a exames, mesmo se comunicando e falando dos sintomas, daí a importância desse procedimento”.

Adote a cadela July

A cadela July e seu filhote estão disponíveis para adoção. O interessado pode entrar em contato por meio dos números (33) 98832-2031 ou (33) 99103-1676 (Whats App) e precisa se comprometer com a guarda responsável.

Sobre Andréa Costa

Verificar Também

serviço de remoção de animais de grande porte começou em gv

Serviço de remoção de animais soltos nas ruas já está ativo em Valadares

Cavalos soltos em vias públicas estão com os dias contados em Governador Valadares. Depois de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *