sexta-feira , 24 novembro 2017

1ª Feira de Protetores Independentes encontra família para 28 animais

feira protetores independentes valadares
 Feira de Protetores Independentes: 28 cães e gatos são adotados

 

A 1ª Feira de Protetores Independentes realizada em Governador Valadares, no último sábado (24), na Praça dos Pioneiros, foi um sucesso: 28 cães e gatos foram adotados.

Os interessados em levar um bichinho de estimação para casa eram tantos, que se formou até uma fila de espera, já que ninguém queria sair de mãos vazias.

Mas para quem não conseguiu levar um peludo para casa dessa vez, os organizadores da feira avisam: no próximo mês tem mais.

A resposta positiva dos valadarenses foi o combustível que faltava para continuar o trabalho de resgate, acolhimento e cuidados com os animais abandonados ou vítimas de maus tratos.

Um trabalho feito por pessoas comuns, que largam suas tarefas pessoais para se dedicarem ao resgate, ao cuidado, ao carinho e tudo o mais que envolve inserir um animal abandonado no convívio familiar.

Lar provisório

 

animais na feira de protetores independentes, valadares
 Animais vestiram roupinhas para chamar a atenção do futuro dono

 

Protetores independentes é um grupo criado há três meses por aproximadamente 15 pessoas que já atuavam com o resgate e acolhimento de animais há mais de cinco anos.

Como os lares provisórios precisavam ser desocupados para receber novos animais resgatados, a ideia do grupo foi realizar uma feira de adoção.

20 cães (9 filhotes e 7 cadelas adultas) e 4 gatos foram levados para a feira. As cadelas foram castradas ou estavam com cirurgia agendada, sem nenhum custo para o futuro dono do animal.

Além desses, outros 8 animais foram entregues para adoção por pessoas que não integram o grupo. O IEF (Instituto Estadual de Florestas), por exemplo, encaminhou para a feira três cadelas que estavam sendo assistidas pelo órgão.

A organizadora do evento, Ailza Xavier de Souza, disse que a feira surtiu o efeito esperado e esvaziou os lares provisórios. “É muito gratificante saber que cada um desses bichinhos agora tem um lar definitivo”, comemorou.

Ela conta que antes da feira chegou a abrigar 18 cães no terraço da sua casa e agora restam apenas três.  O marido e a filha, Ana Luíza, não só apoiam a tarefa de acolher os animais, como também participam do resgate de cães e gatos.

Gastos

Ailza Xavier explica que nem todo protetor independente tem condições de abrigar animais em sua casa. “Mas todos se envolvem no processo, contribuindo, principalmente, com os tratamentos clínicos e a manutenção dos acolhidos”.

O grupo também realiza rifas e leilões, o que tem permitido resgatar alguns animais fora de Valadares. Mas o maior desafio, segundo ela, é arrecadar recursos para manter os gastos com os animais.

“Não sabemos qual o motivo, se é a crise ou a desconfiança, mas antes postávamos a foto de um cão ou gato e várias pessoas se ofereciam para ajudar. Hoje, as doações diminuíram e o número de cães abandonados aumentou, inclusive os cães de raça”, observou Ailza.

Quem quiser adotar um animal ou contribuir de qualquer outra forma, basta acessar a página protetores independentes gv, no facebook, ou falar com Ailza no WhatsApp (33) 98822-1227.

Sobre Andréa Costa

Verificar Também

Animais ganham novo lar durante feira de adoção

  Dezoito animais, abandonados ou perdidos, ganharam um novo lar neste sábado (28), em Governador …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *